Tecnologia da Informação

Notícias > Tecnologia da Informação

Startup oferece sistema RFID 100% nacional

rfid abb

A Smart Moving Systems – SMS – chega ao mercado com soluções em identificação por radiofrequência RFID (Radio-Frequency IDentification) com tecnologia 100% nacional. O sistema pode ser utilizado nas mais diversas situações, desde controle de estoque e armazenamento até fluxo de pessoas e produtos.


Formada por um time de especialistas em TI, processos industriais, desenvolvimento de sistemas, infraestrutura, qualidade e integração de sistemas complexos, – todos certificados pela CompTIA em RFID - a SMS tem como objetivo suprir uma demanda do mercado. “Percebemos uma carência referente à identificação por radiofrequência. Com base nisso, investimos R$ 2 milhões para nacionalizar a tecnologia e criar a Smart Moving Systems”, diz Jonatas Oliveira, diretor de Tecnologia da SMS.


Por intermédio de pesquisas e parcerias com grandes centros de alta tecnologia, o sistema da SMS RFID traz grandes vantagens em comparação a sistemas tradicionais como o código de barras, sendo mais resistente ao manuseio, permitindo gravação e elevada precisão e automação. Sua grande capacidade permite reconhecimento de aproximadamente cem itens por leitura, frente à leitura única do código de barras. No momento, a SMS tem protótipos em grandes empresas e instituições como AmBev, Paranapanema e Calvin Klein.

 

Entre os diversos usos das etiquetas RFID, está a organização e logística de máquinas de estocagem, que aumentam a eficiência e segurança dos negócios como comprovado na implantação do sistema nas empilhadeiras da AmBev, desenvolvido por intermédio da parceria da SMS com a Universidade de São Paulo (USP). A solução foi feita sob medida para a multinacional do setor de bebidas para monitorar a movimentação de 800 empilhadeiras espalhadas por fábricas e armazéns do país, obtendo redução de 45% no número de acidentes de trabalho.


Atualmente, a empresa direciona seus esforços no mercado de centros de distribuição. “Praticamente 99% das empresas não têm controle de logística, estoque, pessoas, movimentação e rastreabilidade de seus produtos. A SMS irá explorar este nicho de mercado e posteriormente expandir o negócio para outras áreas da indústria”, explica Jonatas. Para 2015, a startup tem meta de faturamento de R$ 8 milhões em novos negócios, a partir da finalização de seu software até o final deste ano.

 

Participe e Comente

A Revista LOGÍSTICA

A revista LOGÍSTICA destaca-se por sua qualidade editorial e pauta criteriosamente estabelecida com o auxílio de um Conselho Técnico Editorial formado por profissionais experientes e atuantes no mercado de logística, com o objetivo de desenvolver reportagens criativas e atuais para os leitores. A participação constante em eventos nacionais e internacionais garante a antecipação de tendências aos leitores.