Plano estratégico do armazém: atuais tendências e condições

Categoria: Série Armazenagem

dica18

Muitas organizações estão começando a entender a importância da armazenagem com relação ao controle de custos e aumento do nível de serviço ao cliente. Estão analisando suas operações de armazenagem com objetivo de torná-las uma força estratégica de seu negócio. As operações do armazém estão enfrentando
importantes desafios para se tornarem competitivas.



1. Os desafios


A armazenagem ainda é uma área de utilização intensiva de mão-de-obra. Treinamento formal e contínuos programas de educação são vitais para elevar a qualidade do pessoal do armazém.

- Construir novos armazéns está se tornando uma opção cada vez menos viável, considerando melhores métodos de estocagem e movimentação e utilizando o espaço existente mais eficientemente;

- Os gerentes de armazém agora precisam fazer uma avaliação mais objetiva e econômica dos métodos alternativos, incluindo a implementação de sistemas informatizados de gerenciamento do armazém;

- O planejamento estratégico baseado numa visão clara e consistente de para onde o armazém está direcionado, é essencial para o sucesso da operação;

- Os gerentes de armazém estão enfrentando pressões conflitantes para reduzir os estoques e ao mesmo tempo oferecer disponibilidade just-in-time;

- A customização em massa significa que para satisfazer as demandas do cliente, o mix de produtos precisa ser aumentado, por exemplo, mais estilos, cores, características, tamanhos;

- Os clientes exigem entregas mais rápidas;

- Acontecem cada vez mais atividades de manufatura no armazém – para melhorar a flexibilidade e a qualidade;

- Os padrões da qualidade de entrega estão continuamente melhorando: o imediato suprimento de pedidos com acuracidade, no prazo, completos, e informações de rastreamento;



2. Operações de um armazém típico



- Embora as características de um armazém típico sejam dinâmicas e mudem com o ambiente de negócios, podemos apontar para alguns aspectos gerais que exemplificam as operações do armazém;

- O pessoal do armazém ao nível gerencial e supervisão possui em média 7 anos de experiência em armazém;

- Programas de treinamento no armazém e planos de desenvolvimento dos funcionários existem em não mais do que 15% das operações do armazém;

- Uma percepção geral entre os profissionais de armazenagem é que há restrições de espaço, as quais devem ser trabalhadas;

- Muitos armazéns não planejam a expansão de espaço. A tendência é melhor utilizar o espaço disponível utilizando tecnologia, a cadeia de abastecimento e o gerenciamento do processo;

- A idade média de um armazém é de aproximadamente 20 anos;

- O método mais comum de movimentação de materiais num armazém é a empilhadeira, com aproximadamente 5 equipamentos por armazém;

- O equipamento de estocagem é a tradicional estanteria com prateleiras e estocagem a granel é a mais comumente usada;

- Tecnologia da informação: a maioria das operações do armazém agora possui no mínimo dados de estoque informatizados. Uma proporção menor possui um sistema de localização do estoque informatizado e sistemas WMS, e aproximadamente uma boa parte dos armazéns já estão utilizando códigos de barras;

- Os estoques estão crescendo em dimensão, complexidade e diversidade com códigos de peças aumentando, devido a demandas mais sofisticadas e customização em massa;

- A postergação dos estoques está aumentando e está surgindo um alto foco no gerenciamento do armazém;

- A contagem cíclica está se tornando o método mais prevalecente para manter a acurácia do estoque.

VM - Shopping cart

 x 

Carrinho vazio

VM - Search in Shop

VM - Currencies Selector



VM - Manufacturer