7 Tendências da Mobilidade na Cadeia de Suprimentos

Tecnologias móveis estão certamente mudando como monitoramos frete, colocando a gestão logística em “tempo real”. Entretanto, mais trabalhos por fazer em investimento e integração nas operações.

Conforme as tecnologias móveis continuam a evoluir dentro e fora dos centros de distribuição, vemos desde o monitoramento de bens em tempo real, passando pela assistência em roteirização, até a Internet das Coisas, “cortando os fios” entre o armazém até a porta do cliente, que quer o pedido rápido em tamanhos menores com cada vez maior expectativa.

Em retorno aos investimentos feitos em tecnologia, os embarcadores estão obtendo benefícios como menores tempos de entrega, melhor visibilidade na Supply Chain, redução de erros, otimização da rede de transporte e melhor gestão de estoque. Combinadas, estas vantagens estão ajudando as empresas a trabalharem de forma mais inteligente e eficiente no acelerado mundo dos negócios.

Os dias que os motoristas usavam rádios, para se comunicar com uma base deram lugar a dispositivo processados onde os dados são continuamente alimentados e com uma dinâmica de otimização que não somente ajuda a criar rotas mais eficientes, como também dá ao embarcador informações em tempo real sobre a performance do motorista.

As tecnologias móveis estão também ajudando as empresas a melhorarem a comunicação entre sua rede de transporte e a medirem mais apuradamente a produtividade e eficiência dentro destas redes.

 

 

As 7 tendências da Mobilidade

1)  Aumentando a sofisticação da comunicação em veículos: Havia um tempo em que o único contato que o motorista tinha com a base era após ter havido alguma ação (por exemplo, descarregamento da carga) ou quando havia tido algum problema. Hoje, embarcadores se comunicam com seus motoristas em tempo real enquanto se presta mais atenção a operação do veículo, rota e programação, e outros indicadores de performance chaves (KPIs).

Na maioria dos casos, a mobilidade é a facilitadora por trás destes avanços. Recentemente um cliente implementou uma ferramenta de otimização em tempo real, que permitia a sua frota coletas e entrega no mesmo dia. A empresa melhorou a capacidade de seus sistemas de bordo, que levou à melhoria do transporte em diversas localidades.

Melhoraram o equipamento do veículo e agora estão treinando seus motoristas a como utilizar. O custo inicial desta transição esta sendo elevado, mas os benefícios a longo prazo serão substanciais.

2)  A proliferação de App’s

Aplicativos de frete sob demanda trará uma maior utilização de ativos fixos para frotas menores e autônomos. Ajudará a reduzir custos logísticos para embarcadores.

 

3)  Não é mais só para os grandes:

Seja uma empresa que queira soluções para confirmação de entrega, gestão de frota, gestão da força de trabalho, ou gestão de recursos, a maioria das soluções é acessível para uma grande parte dos embarcadores. A mobilidade está se tornando muito mais acessível para empresas de operações logísticas ou de expedição de qualquer tamanho.

 

4) Mobilidade performance e produtividade: 

Saber onde tudo está a qualquer momento (por exemplo, visibilidade) é o desejo de todos os gerentes de logística e a mobilidade está colocando este objetivo ao alcance deles. Com informação acurada, embarcadores podem facilmente identificar e mitigar problemas de performance, melhorar agilidade, identificar problemas de estoque e fazer qualquer outra ação de forma mais rápida e produtiva.

 

5) Mais dados significa mais tecnologia móvel:

Embarcadores que movimentam bens perecíveis e refrigerados, por exemplo, estão usando sensores para detectar temperatura, duração de baterias, e outros problemas que podem impactar as cargas.

Usando sensores – e os dados que eles geram – os embarcadores podem tomar confiantemente melhores decisões de negócios. Esta é só uma tendência que está tornando a Internet das Coisas e implantações móveis mais valiosas como um todo

 

6) Clientes querem mais informação e dados: 

As expectativas dos clientes para informação de entrega em tempo real que esteja disponível ao toque dos dedos sem ter que pegar o telefone ou escrever um e-mail está crescendo.

Eles querem poder fazer isso rapidamente online, e isso requer um certo nível de tecnologia móvel. Este é outra tendência que continua a levantar a necessidade de mobilidade na frente, onde expedidores têm que ser capazes de fornecerem este nível de informação.

 

7)  Profissionais mais bem treinados

O ambiente da mobilidade faz cada vez mais parte da vida das pessoas, mas é importante os profissionais que, se apoiam na tecnologia para tomar decisões, esteja, capacitados e conscientes a respeito da importância em contribuir com a correta aplicação e o aprimoramento da tecnologia.

Reinaldo A. Moura

Fundador do Grupo IMAM em 1979 (Instituto IMAM, IMAM Editora e IMAM Consultoria) e Diretor Técnico das Missões de Estudo da IMAM. 50 anos de experiência profissional, em mais de 100 empresas. Pioneiro na introdução conceitos no Brasil, tais como: MAM,  Intralogística, Kanban, Housekeeping/5S, TPS/JIT/Lean/Toc - Treinamento e Assessoria. Publisher da Revista LOGÍSTICA desde 1980 (300 edições). Formado em Engenharia Industrial (FEI), em Engenharia de Segurança do Trabalho (FEI) e mestrado em Engenharia de Produção (Poli-USP). Ex-professor universitário: FEI, UMC, Mackenzie, Mauá etc.

E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

VM - Shopping cart

 x 

Carrinho vazio

VM - Search in Shop

VM - Currencies Selector



VM - Manufacturer